CNJ considera satisfatório progresso tecnológico do TJ/AL

Estudo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgado este mês indica que o nível de desenvolvimento tecnológico do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) recebeu nota 0,46, sendo considerado satisfatório. A Corte estadual está à frente de outros dez Tribunais de Justiça. O CNJ estipula quatro índices para aferir o desenvolvimento em tecnologia: baixo (0,0[…]

Sistema de videoconferência do TJ/AL facilita audiência na Justiça Federal

O juiz federal André Carvalho Monteiro, da 2ª Vara da Justiça Federal em Alagoas (JFAL), realizou, na tarde desta quinta (13), a primeira audiência por videoconferência com réu preso, utilizando o mesmo sistema do Judiciário estadual. O convênio entre TJ/AL e Justiça Federal para a utilização da tecnologia foi firmado em setembro deste ano.     Durante a[…]

1ª Turma Recursal utilizará sistema de videoconferência no julgamento de processos

Com o objetivo de promover mais celeridade no andamento dos processos, a Turma Recursal da 1ª Região, que abrange Maceió e outras 26 comarcas, passará a utilizar o sistema de videoconferência no julgamento de processos provenientes dos Juizados Especiais. A intenção da Coordenação dos Juizados Especiais e da Diretoria Adjunta de Tecnologia da Informação (Diati)[…]

Virtualização: servidores do Judiciário alagoano se empenham na digitalização de processos

   O esforço dos servidores tem sido essencial para alcançar o objetivo de deixar o acervo de processos do Judiciário de Alagoas 100% virtual. Desde outubro de 2014, todas as unidades judiciárias do Estado recebem ações por meio eletrônico, mas muitas delas ainda possuem processos, mais antigos, tramitando em meio físico. De acordo com a Diretoria Adjunta[…]

Sistema de videoconferência do TJ/AL é apresentado à Corte do Ceará

 O sistema de videoconferência utilizado pelo Judiciário de Alagoas para ouvir réus presos foi apresentado, nesta quinta (13), à Secretaria de Tecnologia da Informação do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ/CE), que estuda a implantação do projeto no Estado. A equipe da Diretoria de Tecnologia (Diati) do TJ/AL esclareceu dúvidas sobre a operacionalização do sistema[…]

Convênio com o TJ vai possibilitar que Justiça Federal utilize sistema de videoconferência

 O sistema de videoconferência utilizado pelo Judiciário Estadual para ouvir réus presos tambémvai contribuir com os trabalhos da Justiça Federal. O convênio para utilização da ferramenta foi assinado na tarde desta quinta-feira (8) pelo presidente do Tribunal de Justiça (TJ/AL), desembargador João Luiz Lessa, e pelo juiz Frederico Wildson da Silva Dantas, diretor do foro[…]

Primeiro júri por videoconferência de AL é experiência ousada e inovadora

A Comarca de Porto Calvo, na região Norte de Alagoas, realizou, nesta sexta-feira (6), o primeiro júri popular com interrogatório por videoconferência de um réu acusado de homicídio. Conduzido pelo magistrado José Eduardo Nobre, o julgamento marca uma nova era tecnológica na Justiça alagoana. O preso Amaro Genuíno Neto foi levado para uma penitenciária feminina,[…]

2ª Vara da Comarca de Penedo finaliza virtualização de processos

A 2ª Vara da Comarca de Penedo é mais uma unidade totalmente virtualizada do Poder Judiciário de Alagoas. A digitalização dos 2.100 processos físicos foi iniciada em outubro de 2014 e finalizada no início de julho. De acordo com o juiz titular da 2ª Vara, Claudemiro Avelino de Souza, a virtualização vai trazer mais agilidade[…]

Tribunal de Justiça finaliza virtualização de processos administrativos

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) já concluiu a virtualização de todos os processos administrativos. Em solenidade, realizada na manhã desta quarta-feira (15), o presidente Washington Luiz Damasceno Freitas destacou a importância da implantação do sistema para melhorias na prestação jurisdicional. “Vencemos mais um obstáculo e avançamos para uma nova fase. Até o final[…]

TJ virtualiza plantão judiciário no interior. Veja manual de peticionamento

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) virtualizará, a partir do dia 4, todos os plantões do Judiciário, com a finalidade de agilizar o andamento de processos e acabar com os problemas burocráticos do sistema de tramitação vigente. Agora, os flagrantes e pedidos de habeas corpus, por exemplo, devem ser registrados por meio do Sistema[…]